O Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Santa Cabeça tem suas origens por volta do ano de 1829 quando dois homens pescavam no rio Tietê e recolheram em suas redes a cabeça de uma imagem de Nossa Senhora.

Não sabendo o que fazer com a parte da imagem encontrada os dois pescadores deram-na de presente a um negociante que vinha do Rio Grande do Sul com destino ao Rio de Janeiro, chamado José Corrêa. Este por sua vez, ao passar pelo bairro do Paiol pertencente à Paróquia de Silveiras, ofereceu a Joana de Oliveira, que a guardou com respeito e devoção.

Depois de certo tempo, Joana de Oliveira mudou-se para o bairro de Jataí, pertencente à Paróquia de Cachoeira Paulista e trouxe consigo a Imagem da santa, que colocou num lugar especial de sua casa.

Desde então, centenas de pessoas da vizinhança vinham até a casa de Joana de Oliveira, para rezar e agradecer os milagres que recebiam da venerada Imagem. A casa tornou-se logo pequena para receber a multidão que vinha de todas as paróquias vizinhas afim de venerar a Imagem de Nossa Senhora. O então o vigário de Jataí, Pe. João Graciano de Farias, aconselhou a Silvéria de Oliveira, filha de Joana de Oliveira, que ficara com a Imagem, a angariar fundos, para construir uma capela, onde fosse venerada a Imagem de Nossa Senhora.

O Pe. João Graciano de Farias foi sepultado no cemitério de Jataí, perto de Nossa Senhora, a quem ele fez edificar a primeira capela.

Mais tarde, foi feita outra capela maior que também tornou-se pequena, finalmente em 26 de agosto de 1928, foi inaugurada por Mons. José Machado a atual Igreja.

Estes dados foram recolhidos por intermédio de João Joção de Oliveira, neto de Joana de Oliveira, e conforme o consenso do povo do seu tempo e transmitidos por Mons. José Machado, vigário da comunidade de 1917 a 1939.

Santuário Diocesano

No dia 26 de setembro de 2010, por decreto do bispo diocesano, Dom Benedito Beni dos Santos, foi criado o Santuário de Nossa Senhora de Santa Cabeça, antes pertencente à Paróquia de Santo Antônio de Cachoeira Paulista-SP.

Seu 1° Reitor foi o Mons José Verreschi Neto, o seu 2° Reitor o Pe. Daniel de Oliveira.

O Santuário foi criado com o objetivo Pastoral de auxiliar a formação do clero da Diocese de Lorena e também na medida do possível auxiliar as Dioceses pobres do Norte do país, como as da Amazônia, na formação de seus presbíteros, dando a eles a possibilidade de enviar à nossa diocese seus candidatos para fazerem sua formação inicial conosco, para, depois de preparados nesta primeira etapa da formação, serem reenviados às suas dioceses de origem para serem ordenados.

Dia 31/01/2015 toma posse como o novo reitor do Santuário o Pe. Pedro Cunha.

Sobre a imagem de Santa Cabeça

A imagem venerada com o nome de Santa Cabeça é a cabeça de uma imagem de Nossa Senhora. A cabeça está dentro de uma redoma circundada por um resplendor dourado e sustentada por dois anjos.

Não se tem notícia de quem idealizou esta imagem dos dois anjos que seguram o resplendor onde fica depositada a cabeça da imagem encontrada.

Documentação e memória

Você tem mais informações sobre Santa Cabeça? Ajude-nos e recuperar a história.
Entre em contato conosco clicando aqui e envie suas informações.